23.07.2018 | 15h48

Para PT, Bolsonaro é problema de Alckmin

A estratégia inicial do PT para a campanha presidencial não prevê a desconstrução da candidatura de Jair Bolsonaro. Mais preocupados com a tática de vitimização de Lula e em desacreditar o Judiciário, os petistas deixarão a tarefa de atacar Bolsonaro a cargo de Geraldo Alckmin.

Um petista integrante da Executiva e mergulhado na estratégica de comunicação do partido diz que o tucano terá de fazer com Bolsonaro o que o PT fez com Celso Russomanno em São Paulo em 2012 (ou, como lembrou o BR18 na conversa, com Marina Silva em 2014, embora ele hesite em reconhecer essa responsabilidade) para assegurar a passagem ao segundo turno. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO