07.03.2019 | 19h02

Para professor, frase ‘inverte’ conceito de democracia

O conceito de democracia foi amplamente debatido nesta quinta, 7, após o presidente da República afirmar que “democracia e liberdade só existem se as Forças Armadas assim o quiserem”. No esforço de reinterpretar a fala de Jair Bolsonaro, o ministro Heleno Augusto acrescentou que “as Forças Armadas são o baluarte da democracia”. O vice Hamilton Mourão disse, horas depois, que o presidente havia sido mal interpretado. O professor de Teoria Democrática, Leonardo Avritzer, da UFMG, faz reparos conceituais à declaração:

“A frase expressa um equívoco em relação ao entendimento sobre a democracia porque a democracia é uma instituição que tem fiadores. As Forças Armadas são fiadoras da democracia e operam sob os princípios constitucionais. A frase inverte essa questão e coloca a democracia como um sistema tolerado por aqueles que têm capacidade de coerção. Evidentemente que autores autoritários e que têm pouco comprometimento com a democracia podem pensar dessa maneira”, afirma o cientista político.


VOLTAR PARA O ESTADÃO