13.03.2019 | 17h34

Para Moro, Justiça eleitoral ‘não está bem estruturada’

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou nesta quarta, 13, que a Justiça eleitoral não está “bem preparada” para investigar casos de maior complexidade após participar de uma agenda com policiais militares, em Brasília, informa o Valor. Hoje, o Supremo Tribunal Federal define se crimes como caixa 2 eleitoral e corrupção devem ser julgados pela Justiça eleitoral ou pela Federal. Moro acrescentou que espera que a Corte mantenha os casos citados na Justiça Federal.

“Existe uma questão a ser decidida sobre a separação ou não do julgamento de crimes eleitorais e crimes de corrupção. O Supremo vai decidir e a posição do ministério já foi externada publicamente. A gente acredita que a Justiça Eleitoral, embora tenha excelentes condições, faz um trabalho excelente na organização das eleições, em resolução pontuais de questões eleitorais, ela não está bem estruturada para julgar crimes mais complexos, como lavagem de dinheiro e crimes de corrupção”, disse o ex-magistrado de Curitiba.


VOLTAR PARA O ESTADÃO