13.01.2019 | 09h31

Para ministro italiano, ‘Battisti merece terminar seus dias na prisão’

O governo italiano comemorou com euforia a prisão de Cesare Battisti, ocorrida ontem na Bolívia. Segundo informa o correspondente do Estadao Jamil Chade, a Itália aguarda apenas a tramitação legal para que Battisti possa ser extraditado para o país, onde foi condenado por terrorismo e pelo assassinato de quatro pessoas.

Chade narra também a reação de Matteo Salvini, ministro do Interior da Itália e líder de um partido de extrema-direita, que não conteve sua euforia com a prisão de Battisti. Salving disse que um criminoso “não merece uma vida confortável na praia, mas terminar seus dias na prisão”.


Mais conteúdo sobre:

Cesare Battisti
VOLTAR PARA O ESTADÃO