24.09.2018 | 20h09

Para Bolsonaro, Adélio não agiu sozinho

Em sua primeira entrevista após o atentado do dia 6 de setembro em Juiz de Fora, Jair Bolsonaro foi na contramão do parecer da Polícia Federal. Para a Jovem Pan, o candidato do PSL disse que Adélio Bispo de Oliveira não agiu sozinho no que ele classificou como “atentado político”.

“Entendo que foi algo planejado. Foi político, não há a menor dúvida. Me tirando de combate”, disse. “Acredito que ele (Adélio Bispo) não agiu sozinho. Ele não é tão inteligente assim, não. Pelo que ouvi dizer, não tenho certeza ainda, a Polícia Civil de Juiz de Fora está bem mais avançada que a PF. O depoimento do delegado que está conduzindo, realmente é para abafar. Eu lamento o que ouvi ele falando. Dá a entender até que age em parte como uma defesa do criminoso”, afirmou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO