02.04.2018 | 16h56

Palácio usa MEC para tentar amarrar o DEM

O Palácio do Planalto tenta amarrar o DEM por meio da sucessão no Ministério da Educação. Depois de acordar com o ministro Mendonça Filho uma solução técnica para a pasta, com a designação da secretária-executiva, Maria Helena Guimarães, Michel Temer estuda nomear, à revelia da cúpula do partido, o deputado mineiro Carlos Meles para o posto.

Com a escolha de um político, o governo constrange o partido de Rodrigo Maia e tenta carimbar politicamente sua permanência na base. Há uma saia justa posta para os caciques: não querem vetar explicitamente o correligionário, mas se sentem emparedados pela manobra –atribuída na sigla ao onipresente Moreira Franco. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO