31.07.2018 | 12h23

‘Pacificação’ do País em xeque com rejeição de candidatos

Ao que tudo indica, nenhum candidato deverá conquistar plenamente o coração dos brasileiros nestas eleições. Segundo um levantamento nacional divulgado pela Paraná Pesquisas* nesta terça-feira, 31, o único candidato que não tem uma taxa de rejeição superior a 50% é Alvaro Dias (46%). O campeoníssimo da rejeição, de acordo com a sondagem, é o petista Fernando Haddad, provável substituto de Lula no pleito – 67% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum.

Abaixo de Haddad, vêm Geraldo Alckmin (63,3%), Henrique Meirelles (62,3%), Ciro Gomes (58,9%), Marina Silva (55,25), Jair Bolsonaro (54,3%) e Lula (54,1%). “A pesquisa mostra que não haverá um candidato querido pelo eleitor desta vez”, afirma Murilo Hidalgo, diretor da Paraná Pesquisas. “Quem vencer as eleições deverá ter muita dificuldade para pacificar o País.” / J.F.

* A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º BR-00884/2018.


VOLTAR PARA O ESTADÃO