02.11.2018 | 11h11

Ossos bem mais duros para roer

Ao aceitar o convite para assumir o Ministério da Justiça, Sérgio Moro pode enfrentar lá questões tão complexas quanto as de Curitiba. O editor do BR18, Marcelo de Moraes, lembra que a pauta dele agora foi ampliada: “intervenção militar na segurança do Rio; conflitos com a imigração de venezuelanos na fronteira com Roraima; rebeliões em presídios; crescimento do crime organizado; comando da Polícia Federal; conflitos entre trabalhadores sem-terra e agricultores; conflitos indígenas”, segundo analisa no Estadão. Isso sem falar nas incertezas de quando dois mitos coabitam uma Brasília “habituada a catapultar para a glória e para o esquecimento carreiras fulgurantes”.


Mais conteúdo sobre:

sergio moroJustiça
VOLTAR PARA O ESTADÃO