27.09.2018 | 09h10

Os atos de Haddad

A campanha petista à Presidência superou o primeiro ato de campanha, em que a prioridade era dizer que o ex-presidente Lula estava preso injustamente, para apresentar o segundo ato, em que Fernando Haddad começa a apresentar propostas e tenta vender aquilo que pode ser o seu eventual governo, informou a Folha.


Mais conteúdo sobre:

Fernando Haddad campanha Lula PT
VOLTAR PARA O ESTADÃO