23.07.2018 | 07h00

Opinião do Estadão: O pensamento mágico

“Para ter um atendimento de saúde um pouco melhor, resta ao cidadão, se tiver condições financeiras para tal, procurar algum dos planos que franqueiam acesso ao sistema privado. Aqui, não há mágica: o serviço existe porque se paga por ele – uma relação comercial como qualquer outra. Se assim não fosse, não haveria serviço, pois tudo tem um custo, especialmente algo tão necessário como a saúde. Nesse sentido, saúde é, sim, “mercadoria”, que, como qualquer outra, só é produzida e ofertada se seu preço compensar o investimento nela realizado.””

Trecho de editorial do Estadão desta segunda-feira (23).


VOLTAR PARA O ESTADÃO