24.07.2018 | 07h00

Opinião do Estadão: Fazendo o diabo

“É certo que, em política, é preciso ser pragmático, mas há situações para as quais nenhuma justificativa jamais será boa o suficiente, como é o caso da submissão de Alckmin ao deputado Paulinho da Força, sacrificando as convicções tucanas no altar do mais desbragado oportunismo.”

Trecho de editorial do Estadão desta terça-feira, 24


VOLTAR PARA O ESTADÃO