22.02.2019 | 09h02

‘Opções de transição diminuem resistência’

Um dos autores da reforma da Previdência do ex-presidente Michel Temer, o economista Arnaldo Lima avalia que a opção de três regras de transição incluída na proposta do presidente Jair Bolsonaro para a aposentadoria por contribuição ajuda diminuir as resistências no Congresso.

Em entrevista ao Estadão/Broadcast, o ex-assessor especial do Ministério do Planejamento e especialista em Previdência defende a discussão da proposta em duas etapas para facilitar a votação: focar primeiro na Previdência dos novos entrantes do sistema e, depois, discutir a regra de transição. “A resistência está na regra de transição”, diz.


VOLTAR PARA O ESTADÃO