28.02.2019 | 22h04

OAB e IAB em defesa da cota para candidatas

A Ordem dos Advogados do Brasil e a Instituto dos Advogados Brasileiros se manifestarem contra o projeto de lei que derruba a cota mínima de 30% de candidatas mulheres nas eleições para cargos proporcionais. A proposta, de autoria do senador Angelo Coronel (PSD-BA) foi lido na sessão plenária da última terça-feira para dar início a sua tramitação na Congresso. As entidades argumentam que a medida já demonstrou sua efetividade e importância pelo aumento no número de representantes femininas no parlamento com o resultado das eleições do ano passado. Quem discorda é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que jogou nas costas do Judiciário os casos de candidaturas femininas laranja.


VOLTAR PARA O ESTADÃO