10.04.2018 | 13h10

O último dos moicanos

Durante a audiência do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, no Senado, parlamentares constataram que ele é o último remanescente do chamado dream team montado por Michel Temer para dar peso econômico ao seu governo.

Henrique Meirelles saiu da Fazenda para sonhar com o Plano. Dyogo Oliveira foi deslocado do Planejamento para o BNDES no Rio. E até José Serra pode entrar nessa conta já que sua rápida passagem pelo Itamaraty ampliava a importância da pasta no comércio exterior. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Ilan GoldfajnMichel Temer
VOLTAR PARA O ESTADÃO