06.04.2018 | 14h34

O traumatismo do atropelado no Instituto Lula

O manifestante que foi “atropelado” em frente ao Instituto Lula, em São Paulo, ao se manifestar a favor da prisão do ex-presidente na quinta-feira, 5, sofreu traumatismo craniano. Como informa o Estadão, com base no boletim médico divulgado pelo Hospital São Camilo, na zona oeste da cidade, ele foi submetido a “intervenções cirúrgicas” e não há previsão de alta ou informações sobre possíveis sequelas.

Segundo relatos de testemunhas, a vítima discutia com aliados de Lula e chegou a ser empurrado pelos petistas. Ao recuar, durante a discussão,  teria batido com a cabeça contra um caminhão em movimento. / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO