21.07.2018 | 07h59

O ‘timing’ do Centrão

Geraldo Alckmin vê ampliar seu tempo de TV após aliança com o Centrão, mas terá de arcar com as demandas do bloco, caso eleito. “Nas negociações estão a presidência da Câmara para Rodrigo Maia, o tradicional espaço para os partidos nos ministérios e na administração federal, além de reviravoltas nas campanhas para os governos estaduais e na montagem das chapas para o Senado”, analisa João Domingos, no Estadão.


Mais conteúdo sobre:

centrãoGeraldo Alckmin
VOLTAR PARA O ESTADÃO