16.11.2018 | 09h57

O teórico do bolsonarismo

Elogiado por Jair Bolsonaro como um “brilhante intelectual”, Ernesto Araújo terá como uma das missões conferir o arcabouço teórico às ideias do futuro presidente. Esta é a análise de Eliane Cantanhêde em sua coluna no Estadão. “Enquanto chanceler, ele estará mais para assessor do presidente, desses que escrevem seus discursos, desenvolvendo de forma articulada as ideias do chefe. Bolsonaro adora Trump? Araújo lhe fornece motivos teóricos. Implica com a China, maior parceiro comercial do Brasil? Lá está ele a postos para dar alguma sustentação à implicância.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO