25.08.2018 | 18h18

O tempo de TV medido por ‘Faroeste Caboclo’

Com o tempo que cada candidato terá na televisão, até que parte da música “Faroeste Caboclo”, da banda Legião Urbana, seria possível cantar? O Estadão fez essa conta para proporcionar aos eleitores uma noção das dificuldades que os presidenciáveis encontrarão para passar sua mensagem.

Por exemplo, o líder das pesquisas, Jair Bolsonaro, conseguiria chegar apenas no refrão: “Ainda mais quando com um tiro de soldado o pai morreu”. Guilherme Boulos pararia no relato do jovem  João de Santo Cristo roubando dinheiro da Igreja. Alvaro Dias encerraria em “dizia ele ‘estou indo pra Brasília'”. Já o candidato do PT (provavelmente Fernando Haddad) cantaria até “descobriu que tinha outro trabalhando em seu lugar”. O único que chegaria ao fim da música e poderia emendar com “Eduardo e Mônica” seria o tucano Geraldo Alckmin.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO