20.03.2018 | 16h56

O telefone sem fio da reunião entre Cármen e Celso

Vera Magalhães

Cármen Lúcia recebeu o decano Celso de Mello na semana passada. Ele perguntou se ela aceitaria receber um grupo de ministros para tratar da questão da prisão após condenação em segunda instância.

“Com todo gosto”, respondeu Cármen. Ficou combinado que eles iriam ao gabinete da presidência nesta terça, dia 20.

Cármen ficou esperando Celso, que tomou a iniciativa da reunião, fazer os convites. E falou da reunião à rádio Itatiaia.


Depois, ministros começaram a dizer que não foram convidados. Cármen não entendeu nada. Os ministros ficaram irritados, achando que foram emparedados por ela.

VOLTAR PARA O ESTADÃO