18.10.2018 | 18h54

O risco de queimar a largada

A correria de deputados se lançando na disputa pela Presidência da Câmara mostra uma pressa desnecessária. A escolha será feita apenas em fevereiro. E muitos dos Deputados que, agora, dão sua opinião sobre quem gostariam de ver eleito sequer estarão no Congresso no ano que vem.

Como lembra um veterano deputado reeleito, não se sabe ainda nem quem vai mandar no País. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

presidência da Câmara
VOLTAR PARA O ESTADÃO