03.09.2018 | 07h45

O risco de esticar a corda

Manter a candidatura de Lula deu ao PT uma chance de impulsionar a candidatura de Fernando Haddad, mas levar a estratégia mais longe é um risco, avalia o cientista político Celso Rocha de Barros na Folha nesta segunda-feira. “Insistir até agora com Lula foi um ato de protesto. Insistir até o fim seria um teatro idiota”, escreve.


Mais conteúdo sobre:

LulaPTHaddad
VOLTAR PARA O ESTADÃO