08.11.2018 | 07h50

O recuo da indústria

Depois de criticar publicamente a ideia de subordinar a produção, indústria e comércio ao Ministério da Economia, sob a batuta de Paulo Guedes, a CNI (Confederação Nacional da Indústria) moderou o tom. “Se ele [Bolsonaro] disser que a estrutura de governo necessária para fazer o que pretende é juntar os ministérios da Indústria e da Fazenda, eu vou trabalhar junto com ele”, disse o presidente da entidade, Robson Andrade, em entrevista à Folha.


VOLTAR PARA O ESTADÃO