28.05.2018 | 08h53

O que falta agora para encerrar greve?

Giros de reportagem de emissoras de TV e de rádio e de jornais já constatam na manhã desta segunda-feira que a greve dos caminhoneiros não se encerrou. Pontos de bloqueio se mantêm e caminhoneiros autônomos dizem que a redução de R$ 0,46 no diesel não é suficiente.

O governo cedeu uma, duas, três vezes. A ampliação da pauta e a insistência na paralisação mostram que quando se negocia mediante chantagem o resultado é imprevisível. O governo é refém da boa vontade de um movimento cujas lideranças nem consegue identificar ao certo. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO