12.09.2018 | 14h53

O preço das críticas na internet

Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) foram, até agora, os principais alvos de publicações negativas impulsionadas contra presidenciáveis nas redes sociais, de acordo com o Estadão. Segundo o TSE, já foram gastos R$ 2 milhões para impulsionamento de postagens da internet.

Em números absolutos, Bolsonaro é o que mais recebeu críticas impulsionadas por candidaturas de partidos de esquerda – foram 47 até o dia 10 de setembro, segundo levantamento do Estadão Dados.


VOLTAR PARA O ESTADÃO