23.04.2018 | 16h47

O poder das alianças (2)

Para Rodrigo Maia, nem mesmo outsiders, como Joaquim Barbosa, vão sobreviver se não formarem alianças sólidas que lhes garanta exposição entre o eleitorado.

Na entrevista à Rádio Eldorado, ele lembra que Marina Silva também tinha boa presença nas pesquisas, mas, sem alianças e tempo de televisão, não conseguiu se defender do bombardeio de ataques da campanha de Dilma Rousseff e não chegou ao segundo turno. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Rodrigo MaiaEleições 2018
VOLTAR PARA O ESTADÃO