31.05.2018 | 14h33

‘O pior foi evitado’

Tudo o que Michel Temer quer, nesse momento, é virar a página da paralisação dos caminhoneiros. A ideia é tentar montar algum tipo de agenda para trocar de assunto e tentar carregar da melhor maneira possível os seis meses que restam até seu mandato.

Temer tem dito a aliados que sabe que ficou mais fragilizado e que há um enorme prejuízo financeiro causado pelo protesto que precisa ser resolvido. Mas o presidente acha que com sua capacidade de dialogar conseguiu evitar o pior: um confronto entre forças de segurança e caminhoneiros que poderia ter consequências desastrosas. /Marcelo de Moraes

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO