14.08.2018 | 11h23

O pior emprego do mundo

Há fila para ocupar o que Bernardo Mello Franco define em sua coluna no Globo como “o pior emprego do mundo”: o de governador do Rio de Janeiro. O rombo está nas alturas, deve chegar a R$ 10 bilhões e três dos quatro últimos eleitos foram presos. Mesmo assim, há disputa e o eleitor precisa ficar atento. O colunista pede que a população analise as propostas e acompanhe os debates. O primeiro ocorre na noite desta quinta, 16, na Band.


VOLTAR PARA O ESTADÃO