01.08.2018 | 17h13

O ‘pedantismo’ de Fernando Haddad

Em artigo publicado no site da Veja, o jornalista Augusto Nunes diz que o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad, provável substituto de Lula como candidato do PT à Presidência, “é uma Dilma Rousseff que não diz coisa com coisa com palavras mais pedantes. E, também como Dilma, mente com mais frequência do que respira.”

“Nesta semana, ele garantiu que só o ex-presidente presidiário salvará o País que reduziu a escombros com a ajuda de Dilma. Também informou que o Centrão é ‘o que tem de mais fisiológico'”, afirma Nunes. “Até Haddad desconfia que, embora seja tudo o que dele se diz, o Centrão jamais será mais abjeto do que a seita que tem em Lula seu único deus.”/ J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO