10.04.2018 | 16h30

O passado do ministro do Esporte

Leandro Cruz Fróes, que toma posse no comando do ministério do Esporte nesta terça-feira, 10, assume o cargo sob acusação de improbidade administrativa e já foi detido por porte ilegal de arma e desacato, relembra o site Poder 360.

Froés é acusado de dano ao erário, junto com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), ex-prefeito da cidade de Nova Iguaçu (RJ). Eles teriam feito contratos irregulares na Emlurb, empresa de limpeza urbana, quando o atual ministro era presidente.


VOLTAR PARA O ESTADÃO