30.09.2018 | 15h07

O parto de Haddad

Em sua coluna deste domingo na Folha e no Globo, Elio Gaspari parte de uma afirmação de Fernando Haddad em encontro com artistas em São Paulo, de que o Brasil precisa passar pelo “parto” da eleição para se desenvolver para apontar a falta de autocrítica do candidato do PT. “O comissariado deve refletir sobre o preço de ir para o segundo turno sem qualquer autocrítica. Afinal, no mesmo encontro, Haddad disse que ‘não quero repassar os erros de todos os envolvidos, porque são muitos’. Ele não quer, mas o eleitor que tem medo do que chama de ‘a volta do PT’ gostaria que quisesse”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO