26.10.2018 | 15h34

O ‘não voto’

“A opção por não votar acaba por endossar a afirmação do candidato que o ideal seria voltar 40, 50 anos, portanto entre 1968 e 1978, no auge da ditadura militar”, escreveu a cientista política Lara Mesquita no Globo.

No artigo, a colunista se dirige aos eleitores que pretendem fazer uso do direito de não votar, e alerta que essa opção favorece o candidato vencedor. Ou seja, não há como não interferir no resultado da eleição.


VOLTAR PARA O ESTADÃO