24.11.2018 | 15h49

‘O MST tem que se preocupar mesmo’

Ao comentar as críticas de dirigentes da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) à sua indicação para a Secretaria Especial de Assuntos Fundiários, o empresário rural Nabhan Garcia afirmou criticou os “ditos movimentos sociais que de sociais não têm nada” invadem propriedades alheias e até órgão públicos de forma criminosa e têm de ser responsabilizados por isso.

“Se o MST está preocupado, tem que se preocupar mesmo, porque tem que parar de invadir propriedade. Isso que é uma violência, mas nessa hora você não vê nenhum movimento de direitos humanos denunciar”, disse Nabhan à Folha. “Invadir uma autarquia que é mantida com o dinheiro dos contribuintes, como é o caso dos Incras, e destruir tudo, isso é vandalismo, é um processo ideológico, anacrônico, que o mundo sepultou. Essa gente presta um desserviço ao Brasil.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO