03.01.2019 | 07h45

O ‘momentum’ de Bolsonaro

As aspirações da sociedade que levaram à eleição de Jair Bolsonaro representam uma reação ao Estado agigantado, que não conseguiu prover o bem estar social a que se propôs, mas para que dê resultados precisa ganhar rapidamente contornos claros e práticos, opina William Waack na sua coluna desta quinta-feira no Estadão. “Há sempre um limite para o nível de ebulição e efervescência políticas e o capital acumulado em termos de votos na recente eleição é erodido pelo tempo, que não é o cronológico. É o tempo da consagrada expressão alemã do “momentum”, a rápida conjunção de fatores estruturais e circunstanciais que abrem às vezes oportunidades únicas para alcançar objetivos amplos e difíceis.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO