22.11.2018 | 19h54

O manifesto dos senadores ‘não-alinhados’

Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e José Reguffe (Sem partido-DF) preparam um manifesto em nome de um grupo formado por 15 senadores que pretendem ter uma atuação independente no governo Bolsonaro.

Capitaneado pelos dois parlamentares e pelo senador eleito Cid Gomes (PDT-CE),  o bloco pretende usar o texto, segundo a Veja, para rechaçar tanto a adesão automática, prometida pela base aliada de Bolsonaro, quanto a oposição sistemática, que virá do PT. Além de Reguffe e de Randolfe, o documento será assinado por mais quatro senadores do Rede, quatro do PDT, dois do PSB e dois do PPS, além de Jorge Kajuru, recém-eleito pelo PRP. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO