27.04.2019 | 10h20

O guru ilude o rei

Em sua coluna deste sábado na Folha, Demétrio Magnoli traça um paralelo entre as cortes dos soberanos renascentistas, que tinham a figura do Bobo para entreter o soberano, com a corte bolsonarista. Ele associa a figura do Bobo à do guru Olavo de Carvalho.

Ele cita passagens do Rei Lear, de Shakespeare, para dizer que o Bobo sempre foi fiel ao rei, mesmo enxergando as vilezas contidas em seus atos. “Já o bobo bolsonarista, um malcriado untuoso, adula seu rei para iludi-lo, conduzindo-o à beira do precipício. ‘Rei Lear’ é a mais sublime tragédia da literatura. A nossa é uma farsa de terceira. Mas não é ficção.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO