28.10.2018 | 17h13

O grande erro petista

Lula foi o responsável por ampliar e limitar o potencial de Fernando Haddad (PT) na eleição. Na análise de Marco Antonio Teixeira, o grande erro da campanha petista foi a demora em confirmar Haddad como candidato à Presidência.

“A cúpula petista insistiu num caminho que, se foi bem-sucedido em levá-lo ao segundo turno, também foi responsável por elevar sua rejeição a níveis que acabaram limitando seu potencial de voto”, escreveu no Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO