11.10.2018 | 21h27

O flerte efêmero de Haddad com o centro

Diante da reafirmação de Fernando Haddad de que pretende revogar a reforma trabalhista e o teto dos gastos, a economista Elena Landau, que apoiou Geraldo Alckmin no primeiro turno e deverá ficar neutra no segundo turno, disparou, no Twitter: “Depois uma piscadela ao centro, vem o verdadeiro Haddad para não perder os votos dos petistas …” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO