24.11.2018 | 19h13

O fim da ‘pose de flor do lodo’ de Dilma

Em publicação feita em seu blog no UOL, o jornalista Josias de Souza diz que o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, complicou a rotina de Dilma Rousseff. Ao enviá-la para o banco dos réus junto com os companheiros Lula, Palocci, Mantega e Vaccari, o magistrado obrigou a ex-gerentona a ajustar sua coreografia”, afirma. “A pose de flor do lodo perdeu o prazo de validade.” / J.F.


Mais conteúdo sobre:

Dilma Lula palocci Mantega Vaccari PT
VOLTAR PARA O ESTADÃO