07.10.2018 | 18h31

Do Fucs: O fim da hegemonia social-democrata

A apuração da eleição presidencial nem começou e a totalização dos votos nos Estados ainda está no princípio, mas desde já pode-se dizer que este pleito deverá marcar o fim da hegemonia social-democrata que predominou no País desde a redemocratização, nos anos 1980, com o PSDB e o PT revezando-se no poder, escorados no MDB.

Pela primeira vez em 30 anos, está se desenhando no horizonte o surgimento de uma força de direita organizada, liberal na economia e conservadora nos costumes. Ela deverá dar voz à grande maioria silenciosa da população, que permaneceu em longa hibernação até agora, e provocar um rearranjo significativo do poder político no País. / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO