15.08.2018 | 06h45

O engajamento dos candidatos

A eleição presidencial de 2018 será decidida com base num tripé: propaganda na TV, estrutura de campanhas e o mundo digital. É o que aposta Pedro Doria em sua coluna no Estadão e no Globo.

Para ele, é impossível dizer de antemão que papel cada um desses fatores vai desempenhar, mas é possível afirmar que Jair Bolsonaro e Lula têm as redes mais bem construídas. “Há formas diferentes de trabalhar as redes sociais e nenhuma é igual à outra. As de Lula e Bolsonaro têm suas semelhanças. São formadas por militantes aguerridos, quase torcedores. Se trata de um público pronto para o embate”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO