22.08.2018 | 20h55

O desemprego é mesmo culpa do Temer?

A julgar pelo dados de emprego divulgados nesta quarta-feira, 22, a economia não está tão mal quanto se diz nos palanques, apesar das incertezas geradas pelas eleições. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Brasil encerrou o mês de julho com a abertura de 47.319 vagas com carteira assinada, o melhor resultado desde julho de 2012, segundo o Estadão.


Como mostra um gráfico  publicado no Twitter  pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, no domingo, 19, o pico do desemprego no País ocorreu antes do impeachment. Desde então, de acordo com o gráfico, a taxa vem caindo de forma quase constante, deixando claro que a culpa pelo desemprego recorde é de Dilma e não de Temer, ao contrário do que se afirma por aí. / J.F.

VOLTAR PARA O ESTADÃO