11.09.2018 | 09h42

O cinto apertado do rabino para Alckmin

O rabino Shabsi Alpern, da sinagoga Beit Chabad, de São Paulo, incentivou o presidenciável Geraldo Alckmin, do PSDB, a seguir o caminho da moderação e do diálogo, durante visita feita pelo presidenciável ao templo na segunda-feira, 10, para uma reza de Rosh Hashaná, o ano novo judaico, celebrado no domingo.  “Que o Brasil seja um lugar de paz, de saúde e alegrias, que todos nós merecemos”, afirmou Alpern em discurso.

Segundo relatos mencionados pela Folha, o rabino entregou a Alckmin um retrato em que com o tucano apertando o cinto, para mostrar à a população que o País passa por apertos e o governo tem de dar o exemplo, sugerindo que ele use essa imagem na campanha. Alckmin agradeceu, mas não se pronunciou. Horas depois, porém, em outra compromisso de campanha, disse que, se eleito, irá “apertar o cinto do governo para não apertar o cinto do povo. A população já está muito sacrificada”. / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO