03.09.2018 | 23h24

Do Fucs: O chororô do PT na ONU (1)

O choro é livre e o PT pode lidar da forma que achar melhor para o partido e para Lula com a decisão do TSE, que considerou o ex-presidente “inapto” para se candidatar à Presidência e indeferiu a sua candidatura.

Afinal, estamos numa democracia e o PT pode agir como quiser, desde que respeite as leis e as decisões judiciais. Pode até, se desejar, pensar apenas em si mesmo e não no País, tumultuar deliberadamente o processo eleitoral e fazer gestões no exterior contra o Brasil e as suas instituições, sob o argumento de que a decisão do TSE e a prisão de Lula são “políticas” e o ex-presidente é “perseguido”. Agora, dito isso, não dá para “engolir” esse chororô petista. (leia aqui a segunda parte da nota) / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO