17.10.2018 | 19h06

O ‘chororô desesperado’ dos vencidos

Em artigo publicado no Estadão nesta quarta-feira, 17, o jornalista José Nêumanne expressa “profunda repugnância pelas manifestações de desprezo que a maioria espetacular da cidadania tem sofrido por ter resolvido afastar do poder chefões partidários”.

Segundo Nêumanne, “no chororô desesperado da humilhação pelo voto, esses profissionais da política falam em ‘marcha da insensatez’ e em ‘bloco de sensatez’ para detê-la, na tentativa de desqualificar como neofascista a opção contrária à manutenção das velhas práticas da gastança e da leniência com a corrupção”. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO