16.07.2018 | 14h49

O chefe do PR

Nem a desfiliação, nem a condenação no mensalão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro foram motivos para afastar Valdemar Costa Neto do comando do PR. Reportagem do jornal O Globo mostra como ele opera e mantém o poder na legenda, mesmo mantendo apenas um cargo administrativo. Está nas mãos de Valdemar, por exemplo, decidir sobre o apoio ou não do PR a Jair Bolsonaro (PSL).


VOLTAR PARA O ESTADÃO