08.10.2018 | 09h27

O centro vale ouro

“Bolsonaro, apesar da sua clara vantagem e da onda conservadora que correu ontem o país, precisará atenuar o tom ofensivo a todas as minorias. Haddad, que larga em grande desvantagem, precisará desesperadamente do apoio de outras forças”, escreveu Míriam Leitão no Globo.

Na avaliação da colunista, será eleito presidente aquele que conseguir construir o mais vigoroso e convincente movimento para o centro.


VOLTAR PARA O ESTADÃO