25.05.2018 | 11h50

‘Caminho de Boulos é o da expropriação e o da violência’

O advogado Almir Pazzianotto Pinto,  ex-ministro do Trabalho e ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), afirma, em artigo publicado pelo Estadão nesta sexta-feira, 25, que  a crise que assola o País, vítima da corrupção, da incerteza econômica, do desemprego, favorece a proliferação de demagogos.

Segundo ele, entre os presidenciáveis, destaca-se, pela impetuosa fúria demagógica, Guilherme Boulos, líder do MTST e pré-candidato do PSOL à Presidência. “Quem prestar atenção ao que ele diz, perceberá que o caminho indicado é o da expropriação e da violência. Como todos os demagogos populistas, debita ao governo a responsabilidade de dar o terreno, construir a casa confortável, fornecer água, luz, telefone, alimentação, tudo com o dinheiro de quem trabalha.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO