26.10.2018 | 11h30

O caminho das fake news

“Quando as equipes que preparam fake news enviam para suas redes de grupos, construídas ao longo do tempo, seu objetivo é que as mensagens cheguem ali e sejam redistribuídas para outros grupos de política que tenham nascido espontaneamente, mas também os de amigos, de família e tudo o mais”, escreveu Pedro Doria no Estadão.

O colunista descreve como agem as redes de WhatsApp que produzem e distribuem notícias falsas. Elas estão em operação desde 2017 e não operam com as campanhas, trabalham em separado e em paralelo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO