18.08.2018 | 17h34

O caldeirão de Roraima

O governo está monitorando a situação em Pacaraima, perto da fronteira da Venezuela com Roraima, depois que um comerciante local foi assaltado e agredido por venezuelanos. Em retaliação, um grupo de moradores de Pacaraima atacou um acampamento de venezuelanos.

Segundo a repórter Tânia Monteiro, do Estadão, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que “a situação está tensa, mas se estabilizou e está sob controle”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO