09.08.2018 | 08h05

O Brasil das corporações

Mesmo indo na contramão do esforço de ajuste fiscal, a proposta de reajuste de 16% para ministros do STF tem grande chance de ser aprovada no Congresso porque “quem manda no Brasil são as corporações”. A afirmação é do economista e especialista em contas públicas Raul Velloso, em entrevista ao Globo. Ele fala sobre o impacto do reajuste na Previdência e o efeito que terá para Estados e municípios.


VOLTAR PARA O ESTADÃO